[responsivevoice_button voice=”Brazilian Portuguese Female” buttontext=”Ouça o texto”]

Me dê a chance de escolher a ideia pré concebida mais incômoda e que mais atrapalha a produção escrita de alguém, eu escolheria a noção do escritor em sua torre, isolado do mundo e buscando inspiração dentro de si mesmo e nada mais. Em quase toda oficina de criação literária, vai aparecer alguém que acha que estilo e prática de escrita acontecem em um processo que inclui você, você mesmo e ninguém mais. E isso atrapalha mesmo pessoas com um bocado de potencial.

Roube Como Um Artista é uma saudável lembrança de que o processo criativo é também um processo de pesquisa. Embora seja um livro que pode ser adaptado para qualquer linguagem artística, o autor, Austin Kleon,  tem na literatura sua forma de expressão, e o aproveitamento mais direto do material é para os escritores.

artista

Capa de Roube como um artista, de Austin Kleon

Não é um livro longo. Em suas cento e sessenta páginas, temos um bocado de espaço para respirar e aproveitar a estética do livro, que funciona como uma conversa bem informal sobre os dez temas que Kleon trás para a discussão, sempre focado em como o processo criativo é um diálogo entre autor e meio, e em como o que produzimos de melhor precisa ser alimentado por pesquisa e vivências de todos os tipos. É um livro que mesmo sendo curto, vale a pena ler devagar e pensando em casa assunto, o que o design do livro ajuda bastante.

A leitura está repleta de hiperlinks para aprofundar os temas que te tocarem, dando indicações de livros e outros materiais que ampliam a discussão e indicando o caminho para você pensar sua pesquisa. E se houver chance, é um bom livro para levar para uma roda de escritores amigos e ler em conjunto, discutindo e ampliando a conversa que o livro inicia.

O livro surgiu de uma palestra do autor na Universidade do Estado de Nova York, que foi filmada e viralizou na Internet. Não espere a invenção da roda, mas é divertido ver conceitos que estão pelo ar organizados de uma forma simples e boa para colocar a cabeça no lugar quando o assunto é nossa produção literária.


Roube como um Artista é um livro de Austin Kleon, tem 160 páginas, foi editado pela Rocco e traduzido por Leonardo Villa-Forte.

Deixe seu comentário

vozesestereótipo